Prefeitura Municipal de Duas Estradas inaugura Biblioteca Municipal Margarida Maria Alves no próximo dia 19

A Prefeita Joyce Renally entrega no próximo dia 19, a partir das 8h00min, a Biblioteca Pública Municipal Margarida Maria Alves, mais um espaço cultural que pretende ser ponto de estudo, encontro e troca de ideias entre todos que frequentem este espaço público. A inauguração contará com a presença de convidados, da rede municipal de ensino e também terá uma apresentação especial da Banda Marcial Pedro Olegário Nunes.

A Biblioteca ocupará o prédio da antiga Estação Ferroviária, construção centenária que foi restaurada na atual administração e que fica localizada bem no centro da cidade. No mesmo momento, também será inaugurada a Galeria de Honra, lugar pensado para homenagear personalidades que ajudaram no crescimento do nosso município.

A Prefeita Joyce fala da importância da entrega de mais esse equipamento público. “Essa edificação estava invisível até 3 anos atrás, quando assumimos a administração municipal. Para nós é uma imensa alegria perceber que as pessoas hoje frequentam, cuidam e gostam de estar no prédio da Estação. Sentíamos falta de dar uma melhor utilidade ao espaço e a biblioteca foi uma ótima ideia porque o prédio ficará aberto à visitação durante todo o dia e com uma função para todas as idades”, disse a prefeita.

Hoje, já existe no local o Projeto Estação Literária, capitaneado pelo professor Fábio Rocha, que ficará à frente da Biblioteca Municipal e encampará também outros projetos futuros em parceria com a UFPB e outros órgãos. “O importante para nós, será manter viva a chama do conhecimento e da ânsia de aprender dos nossos alunos e de quem tiver vontade. Vamos buscar parcerias com nossos professores da rede municipal e transformar esse espaço que era morto num espaço vivo e pulsante”, falou o Professor.

A Biblioteca já recebeu doações de livros do Governo do Estado através da Biblioteca do Espaço Cultural, da Biblioteca Municipal Aderbal Piragige, da cidade de Cabedelo e também todo o acervo particular da Secretária Municipal de Cultura, Flávia Rocha, totalizando aproximadamente 3.000 exemplares, além de 50 cadeiras da Universidade Federal da Paraíba – Campus Bananeiras.

A biblioteca funcionará de segunda a sexta das 8h às 12h e das 14 às 17h.

Quem foi Margarida Maria Alves

Nascida e criada em Alagoa Grande, no Brejo Paraibano, foi a primeira mulher presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais da cidade e uma das primeiras a exercer um cargo de direção sindical no país. Lá, fundou o Centro de Educação e Cultura do Trabalhador Rural, uma iniciativa que, até hoje, contribui para o desenvolvimento rural e urbano sustentável, fortalecendo a agricultura familiar.
Símbolo da luta pelos direitos dos trabalhadores rurais, Margarida recebeu, postumamente, o prêmio Pax Christi Internacional, em 1988; em 1994, foi criada, pela Arquidiocese da Paraíba, a Fundação de Defesa dos Direitos Humanos Margarida Maria Alves e, em 2002, recebeu a Medalha Chico Mendes de Resistência, oferecida pelo GTNM/RJ.

Seu nome e sua história de luta inspiraram a Marcha das Margaridas, que foi criada em 2000.